Categorias
EMPRÉSTIMO

Crédito da Desenvolve SP fica ainda mais atraente com queda da Selic

A redução da taxa básica de juros de 13,75% para 13,25% ao ano, anunciada pelo Banco Central (BC) no dia 2 de agosto, torna as linhas de crédito da Desenvolve SP ainda mais atraentes e competitivas.

A agência de fomento vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) do Governo de SP conta com variada carteira de produtos para micro, pequenos e médios empreendedores que buscam alavancar os negócios. A Desenvolve SP também tem linhas de crédito destinadas ao financiamento de projetos de prefeituras paulistas.

As linhas da agência possuem um percentual de juros somado à Selic. No caso das linhas para o setor público, por exemplo, a Linha de Apoio a Investimentos Municipais (LIM), que beneficia prefeituras que buscam melhorar a administração pública e a infraestrutura urbana e viária (além de comprar novas máquinas, veículos e equipamentos), tem taxa de 5,5% ao ano mais a Selic. Já a Municípios Sustentáveis (LMS) oferece taxa de 3% ao ano mais Selic. Ela é indicada para investimentos em mobilidade urbana, saneamento, coleta de resíduos sólidos, educação, eficiência energética, assistência social e outras áreas.

No caso da Linha Desenvolve Municípios (LDM), o juro é de 6% ao ano mais Selic. Esta taxa cai para 3% ao ano desde que a prefeitura que adquirir o financiamento com a Desenvolve SP pague as parcelas mensais em dia. A agência ainda oferece condições competitivas de carência e prazo para pagamento. A LDM possui carência de até 24 meses e prazo até 96 meses. Na Linha de Apoio a Investimentos Municipais, estes números chegam a 12 meses e 72 meses, respectivamente, e na LMS, a 12 meses e 120 meses.

Quase todas as linhas para o setor privado tiveram os juros reduzidos com a queda da Selic, com exceção daquelas ligadas à Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) e BNDES.

empréstimo para projetos sustentáveis (agroindústria, mudança de matriz energética, saneamento e tratamento de resíduos, processos industriais etc), de investimento (em obras, máquinas e veículos), inovação (com foco no crescimento da empresa), agronegócio, mulheres empreendedoras (linhas Desenvolve Mulher e Desenvolve Mulher Sustentável, lançadas em março de 2023) e capital de giro (para exportadores e micro e pequenos empresários).

Novas linhas

No primeiro semestre de 2023, a Desenvolve SP lançou três linhas de crédito. Em março, chegaram a Desenvolve Mulher e a Desenvolve Mulher Sustentável, voltadas a empresas administradas por mulheres, com foco no fomento ao empreendedorismo feminino. Em abril, a agência lançou a linha Desenvolve Giro Exportador, para apoiar os exportadores paulistas. Um mês depois, em maio, anunciou a Agroindústria Investimentos, para o financiamento de equipamentos agrícolas.

Em todo o estado de São Paulo, a liberação de crédito (desembolso) da Desenvolve SP cresceu 38% no primeiro semestre de 2023, em relação ao mesmo período do ano passado. Empreendedores privados e agentes públicos tiveram mais de R$ 414,9 milhões disponibilizados, em comparação aos R$ 300,5 milhões em 2022. O resultado ainda foi 10% superior a 2021, período em que os desembolsos chegaram a R$ 377 milhões.

No final de junho, a Desenvolve SP também colocou à disposição dos empresários um crédito de R$ 500 milhões para iniciativas que promovam a descarbonização – alternativa sustentável aos combustíveis fósseis como fonte de energia. Este montante é voltado ao apoio a “startups” de inovação tecnológica alinhadas à descarbonização e ao incentivo a programas do estado e de municípios, além de projetos no campo e da produção de biogás a partir de resíduos agrícolas, especialmente no setor sucroenergético, também chamado de “Pré-Sal Caipira”.

Clique aqui para consultar e solicitar financiamentos do Desenvolve SP.

Quer receber mais notícias sobre empréstimo, cartão de crédito e finanças em geral? Curta nossos perfis no InstagramFacebookGoogle News e entre em nosso Grupo no WhatsApp.